Evento de TI para o setor de Agronegócio é promovido pela Ingram Micro

No dia 24 de Novembro, foi realizado o evento Agro Tech Forum, pela Ingram Micro Brasil.

Abertura do evento Agro Tech Forum

A Ingram Micro é uma distribuidora mundial de tecnologia e fornece suprimentos de TI, serviços para dispositivos móveis, cloud, automação, soluções logísticas, entre outros.

O evento ocorreu no Hotel Araucária Plaza, em Ribeirão Preto (SP), e foi totalmente voltado ao público de agronegócio.
Foram realizados debates sobre as tendências do agronegócio e também foram apresentadas soluções, mostrando como o uso da tecnologia é importante para esse setor. Ao todo foram ministradas 12 palestras, com 7 horas de conteúdo.
Participantes do Agro Tech Forum
Amauri Franco, Executivo de Contas da Blue Solutions, marcou presença no evento e disse que: “foi importante a participação para reforçar a atuação e presença da Blue na região de Ribeirão Preto e no setor do agronegócio. O evento foi uma excelente oportunidade para fomentarmos este mercado”.
Read More

Ingram Micro compra Grupo Ação

A Ingram Micro anunciou na noite desta terça-feira, 20, a aquisição do Grupo Ação, uma das maiores empresas brasileiras do segmento de distribuição de TI, por um valor não divulgado.

Com operações no Brasil, Colômbia, Chile, Peru, Uruguai e Equador, a Ação tem em seu portfólio marcas como IBM, Oracle, Red Hat, EMC, HP Enterprise e VMware. Com a aquisição, a Ingram espera aumentar seu faturamento global em cerca de US$ 300 milhões anuais.

A transação, que está sujeita às habituais condições regulatórias e outras premissas de fechamento, deve ser concluída no final do quarto trimestre de 2015. A empresa, que não revela resultados regionais, tem um faturamento anual na faixa do US$ 43 bilhões.

Segundo destacou a empresa norte-americana em comunicado, os principais líderes da Ação concordaram em se unir à Ingram Micro para o processo de integração e a condução da companhia dentro da operação da Ingram.

Para o CEO da Ingram Micro, Alain Monié, a compra da Ação chega como um “complemento perfeito” para o ritmo de crescimento dos negócios da multinacional na região.

“A Ingram Micro tem sido extremamente bem sucedida na rápida expansão de seus negócios de alto valor na América Latina, em especial no Brasil, onde já se estabeleceu como um dos distribuidores líderes de tecnologia e tem conquistado fortes taxas de crescimento de dois dígitos em moeda local por vários trimestres”, avalia o CEO.

Segundo o executivo, o plano com o novo alinhamento é de identificar oportunidades significativas de cross-seling nos países em que as duas empresas tem operações, expandindo o portfólio de ofertas de alto valor.

“A Ingram Micro é a parceira perfeita para nos ajudar a dar continuidade ao crescimento de negócios de alto valor na América Latina. Juntos poderemos acelerar ainda mais o grande desempenho que nossas empresas individuais têm proporcionado aos clientes”, completa Enio Issa, presidente do Grupo Ação.

No Brasil desde 1997, a Ingram Micro oferece produtos e soluções de 50 fabricantes no modelo de VAD, VOD, mobilidade, automação e a nova unidade de cloud criada no primeiro semestre deste ano. Com sede administrativa em Barueri (SP), a empresa tem centros de distribuição em Barueri, em Serra (ES), assim como escritório comercial e centro de treinamento em Belo Horizonte (MG).

Presente em todo o território nacional, com sede em São Paulo e filiais em Porto Alegre, Rio de Janeiro e Brasília, o grupo Ação opera em sete países: Brasil, por meio da Ação Informática, e Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai, por meio da AKTIO.

Ao todo são mais de 300 colaboradores. Em 2014, a Ação faturou R$ 1,2 bilhão, uma alta de 23% frente aos resultados do ano anterior.

A compra do Grupo Ação pela Ingram é mais um indício de um provável processo de consolidação no mercado brasileiro de distribuição de TI, puxado por grandes multinacionais comprando distribuidoras locais para aumentar sua presença local.

Para as empresas estrangeiras, o período de baixa parece ser o momento ideal de investir no país, preparando o terreno para uma consolidação futura do setor e uma possível retomada do crescimento.

Fonte: Banguete, por Leandro Souza.

Read More

Ingram Micro passa a distribuir soluções da Dell no Brasil

A Ingram Micro, distribuidora de soluções de TI, assinou acordo com a Dell para distribuição de todo o portfólio da companhia no Brasil, de computadores a produtos corporativos. As empresas já tinham parceria há cerca de quatro anos no México, englobando a América Latina, e agora ampliam a aliança para o País. “Temos o objetivo conjunto de crescer no mercado nacional com metas agressivas”, explicou Rafael Schuh, diretor de Canais da Dell Brasil, ao comunicar a novidade para jornalistas em São Paulo.

Atualmente, de acordo com o executivo, 350 canais estão credenciados para atuar como distribuidores da Dell. Ao unir-se à Ingram, a fabricante passa a ter sob seu alcance 11 mil revendas. Diego Utge, diretor-geral da Ingram Micro Brasil, não detalhou qual será o número de parceiros que passarão a atuar na oferta Dell em um primeiro momento, mas afirmou que a receptividade tem sido ótima e a expectativa é positiva.

Fonte: Site ITFORUM365

Segundo Utge, a Ingram passará a contar uma área dedicada aos produtos Dell, a oitava da distribuidora, além de um time focado nas soluções da fabricante. Agora, os profissionais estão sendo capacitados para melhor atender ao mercado. “A ideia é que o time esteja focado para que a experiência do usuário seja boa”, relatou.

Ainda que o mercado apresente sinais de cautela em razão da economia, as companhias estão confiantes. “Alcançamos a primeira posição em PCs na história da Dell em um mercado que tem enfreado dificuldades. Esse cenário mostra o vigor de uma empresa que tem uma estratégia de longo prazo. Investimos no Brasil e acreditamos que a parceria com a Ingram vai mudar o posicionamento da Dell daqui para frente”, observou Luis Gonçalves, presidente da Dell Brasil. Utge completou dizendo que o cenário de atenção não limita as ações. “Continuamos crescendo e acelerando investimentos no País. Vemos crises como oportunidade.”

Investimento em canais
Globalmente, cerca de 40% da receita da Dell vem de parceiros, segundo Schuh. Gonçalves conta que no Brasil o quadro é bastante parecido. O executivo relata que os canais, no geral, têm tido grande aceitação em toda a cadeia da organização, mais até do que era esperado.

A fabricante tem investido em parceiros, enxergando uma oportunidade clara de ampliar seus negócios. “Estamos crescendo no mercado indireto e queremos crescer ainda mais rápido”, pontuou Schuh. No final do ano passado, a Dell abriu 200 mil contas diretas para seus canais em um esforço de incluir a rede ainda mais em sua estratégia. Esse investimento, no entanto, não muda o posicionamento da empresa de contar com linhas diferentes para o varejo e o corporativo. “Já é dessa forma hoje”, lembrou o presidente da Dell Brasil.

No Brasil, em março de 2014 a Dell anunciou seu primeiro acordo com um distribuidor de soluções no Brasil: a Network1. “A parceria segue e vai bem”, sintetizou Schuh, completando que o mercado nacional é grande o suficiente para que a fabricante conte com mais de um distribuidor.

“Há espaço para todos. No ano passado, por exemplo, ampliamos a quantidade de pontos de vendas no Brasil em cinco vezes, somando mais de 2 mil lugares e não houve ‘canabalização’. Tudo o que é feito é com cautela, sempre com o objetivo de criar oportunidades”, finalizou o presidente da Dell Brasil.

Fonte: Site ITFORUM365
Read More