Hospital São Lucas conta com o apoio da Blue Solutions

Hoje contamos mais um caso de sucesso, entre a Blue Solutions e o Hospital São Lucas, de Taubaté/SP.

 

Sobre o Hospital São Lucas

O Hospital São Lucas de Taubaté, fundado em 1977, atua junto à comunidade do Vale do Paraíba na prestação de assistência à saúde e se tornou referência em inúmeras especialidades. Em janeiro de 2016, passou por uma mudança de gestão, e então, um novo modelo de administração começou a ser implantado, com o objetivo de proporcionar a excelência dos serviços e atendimento, em paralelo com a reestruturação financeira da empresa.

 

Hospital São Lucas Taubaté

 

Muitas mudanças e melhorias ocorreram desde então. Em 2016, o Hospital São Lucas passou a ser o 1º Hospital rodando o Sistema de Gestão Hospitalar em Cloud, no modelo oferecido pela parceria MV – AMAZON(AWS), automatizou o PS (pronto-socorro) Adulto, inaugurou uma nova farmácia de dispensação já com os melhores modelos de automação e rastreabilidade pelo sistema e iniciou as obras do novo PS (prédio novo).

Também implantou plataformas de Gestão de Estoque, afim de melhorar o processo e aumentar a transparência no OPME, melhorar o gerenciamento de compras e o estoque em todas as áreas Hospitalares.

Está previsto o início da operação da Hemodinâmica em junho de 2017 e a inauguração do novo PS até o final do ano.

 

O Apoio e o Desenvolvimento – Serviços Gerenciados

Com a mudança da gestão, o Hospital São Lucas necessitou de apoio e ajuda para decidir a melhor estratégia para o Hospital em relação aos investimentos iniciais. E como premissa, buscar as melhores e mais modernas soluções de TI do mercado.

Auxiliando nessa longa caminhada do Hospital São Lucas, a Blue Solutions realiza o serviço de monitoramento e o suporte dos servidores locais do Hospital.

“Os serviços da Blue Solutions já eram utilizados na antiga gestão e justamente por conhecermos a qualidade dos serviços prestados, não houve dúvida que o contrato seria mantido”, diz Pablo Camargo, Gerente de TI do Hospital São Lucas.

Um ano se passou e  Pablo afirma que a decisão apoiada pela Blue Solutions foi a melhor para o Hospital. Como resultados, houve economia no investimento inicial e a consolidação do setor de TI estratégico, acompanhando as ações do negócio.

“Como gestor de TI, garantir que a autonomia dos serviços está respaldada por uma empresa como a Blue Solutions, me deixa tranquilo, e assim, posso mobilizar os esforços da minha equipe para gestão estratégica”, complementa Pablo.

 

Sobre a Blue Solutions

A Blue Solutions, com 13 anos de experiência, atua no desenvolvimento de projetos de TI, serviços de gerenciamento e monitoramento dos ambientes virtuais, bancos de dados e Data Center Corporativo. Também entrega a seus clientes melhoria significativa e comprovada em produtividade, através do monitoramento de KPIs em tempo real, com o software próprio, o Business Monitor.

 

Contribuição: Pablo Camargo, Gerente de TI do Hospital São Lucas de Taubaté.

Read More

O real significado de “As a Service”

O termo “aaS” representa a expressão “as a service” (como um serviço, ou simplesmente, como serviço) que vem depois de qualquer coisa entregue na nuvem. Como em “infrastructure as a service” (infraestrutura como serviço), que é quase sempre abreviado para IaaS.

O que eles realmente querem dizer é que estão oferecendo um serviço de infraestrutura, o que faria muito sentido gramatical, mas não seria correto para a indústria de computação em nuvem, onde as palavras não têm sentido. Ainda assim, não vamos ser exigentes. Não é como se a precisão da definição fosse importante na Era da Informação, não é?

 

Imagem publicada pelo Site IDG Connect.

 

O sucesso da nuvem significa que o sufixo aaS é no final das contas uma tentativa de adicionar valor de marketing aos termos e serviços já existentes. O que de certa forma significa um tipo de sufixo “as a service”.

Onde isso começou? Alguém teve uma ideia não totalmente original de alugar o uso de um computador online. Décadas atrás, isso foi chamado de “bureau” de serviços, mais comum no mercado financeiro. Por razões de marketing, este termo não faria sentido, então foi renomeado como “Platform as a Service” (Plataforma como Serviço). PaaS teve um grande impacto em todo o meio, quase como uma sequência de um filme de grande bilheteria impacta a indústria cinematográfica, o que ocasiona uma série de lançamento de continuações e filmes semelhantes. Serviços comuns, como rede, backup e segurança agora são lançados como serviços “XaaS”, onde X pode ser qualquer aplicação ou serviço.

Entretanto, quanto mais se usa “aaS” , mais sua importância e desejo diminui. O “Robot as a Service” (RaaS) até parece um palavrão em jamaicano, enquanto “Logging as a Service” (LaaS), é um dos mais ridículos até o momento.

Alguns desses termos soam realmente como ideias ruins.

Tire o “as a” fora de “Search as a Service” e você terá uma oferta mais razoável. Esse “as a” não adiciona nada. Está fazendo um desserviço – as a service.

 

Matéria publicada originalmente no Site IDG Connect. Tradução do artigo “The real meaning of… ‘As A Service’ – The first in a new series: Nick Booth’s A to Z of tech jargon”; autor: Nick Booth (14 de maio de 2016).

Read More