Um novo termo tem ganho tração no mercado com a oferta de novas ferramentas e funcionalidades em ferramentas já existentes: é o BAM. Embora as primeiras referências ao termo sejam de mais de 10 anos atrás, apenas nos últimos anos ferramentas dedicadas começaram a aparecer e o conceito foi incluído em outras ferramentas de BI e BPM, sendo que alguns fabricantes nem iniciaram ainda essa jornada.

BAM  é a sigla para Business Activity Monitoring* , ou Monitoramento de Atividades de Negócios e define o processo e tecnologias envolvidos para trazer indicadores de performance (KPIs) baseados em dados em tempo real.

 

Business Monitor

 

É usado para promover a velocidade e efetividade das operações, mantendo registro do que está acontecendo e trazendo fatos relevantes para visualização rápida.

As principais funcionalidades são relacionadas a criação de KPIs e Dashboards dos mais diversos tipos, com a intenção de monitorar atividades dos negócios.

Alguns exemplos de aplicação são:

  • Monitoramento das vendas: por vendedor, região ou produto
  • Monitoramento de produção: peças por hora, clientes atendidos, fila, etc
  • Controle de estoques: itens precisando reposição, índices de rotatividade
  • Próximas contas a pagar e receber no período
  • Possíveis problemas de fluxo de caixa nos próximos dias
  • Controle dos chamados em TI
  • Conheça mais 55 KPIs para aplicar no seu negócio
Normalmente a primeira ideia para se implementar esses indicadores é usar uma ferramenta de BI, mas essas ferramentas normalmente não dispõem de funcionalidades para capturar as informações em tempo real, trabalhando com data warehouse que são atualizadas apenas uma vez ao dia, ou seja, com informações com várias horas de atraso.
A diferenciação das ferramentas de BAM é justamente buscar informações em intervalos mais curtos e criar condições de notificação caso um indicador esteja fora dos padrões, por isso, é mais semelhante a um sistema de BPM do que de um BI.

 

Convidamos o leitor a conhecer nossa ferramenta de BAM, o Business Monitor, com templates prontos para implantar na sua TI (OTRS, OCommon, GLPI, Nagios), é um ponto de partida interessante para depois expandir para o seu negócio.

 

Referências:
* Gartner

Publicado originalmente no portal Profissionais de TI