A Ingram Micro, distribuidora de soluções de TI, assinou acordo com a Dell para distribuição de todo o portfólio da companhia no Brasil, de computadores a produtos corporativos. As empresas já tinham parceria há cerca de quatro anos no México, englobando a América Latina, e agora ampliam a aliança para o País. “Temos o objetivo conjunto de crescer no mercado nacional com metas agressivas”, explicou Rafael Schuh, diretor de Canais da Dell Brasil, ao comunicar a novidade para jornalistas em São Paulo.

Atualmente, de acordo com o executivo, 350 canais estão credenciados para atuar como distribuidores da Dell. Ao unir-se à Ingram, a fabricante passa a ter sob seu alcance 11 mil revendas. Diego Utge, diretor-geral da Ingram Micro Brasil, não detalhou qual será o número de parceiros que passarão a atuar na oferta Dell em um primeiro momento, mas afirmou que a receptividade tem sido ótima e a expectativa é positiva.

Fonte: Site ITFORUM365

Segundo Utge, a Ingram passará a contar uma área dedicada aos produtos Dell, a oitava da distribuidora, além de um time focado nas soluções da fabricante. Agora, os profissionais estão sendo capacitados para melhor atender ao mercado. “A ideia é que o time esteja focado para que a experiência do usuário seja boa”, relatou.

Ainda que o mercado apresente sinais de cautela em razão da economia, as companhias estão confiantes. “Alcançamos a primeira posição em PCs na história da Dell em um mercado que tem enfreado dificuldades. Esse cenário mostra o vigor de uma empresa que tem uma estratégia de longo prazo. Investimos no Brasil e acreditamos que a parceria com a Ingram vai mudar o posicionamento da Dell daqui para frente”, observou Luis Gonçalves, presidente da Dell Brasil. Utge completou dizendo que o cenário de atenção não limita as ações. “Continuamos crescendo e acelerando investimentos no País. Vemos crises como oportunidade.”

Investimento em canais
Globalmente, cerca de 40% da receita da Dell vem de parceiros, segundo Schuh. Gonçalves conta que no Brasil o quadro é bastante parecido. O executivo relata que os canais, no geral, têm tido grande aceitação em toda a cadeia da organização, mais até do que era esperado.

A fabricante tem investido em parceiros, enxergando uma oportunidade clara de ampliar seus negócios. “Estamos crescendo no mercado indireto e queremos crescer ainda mais rápido”, pontuou Schuh. No final do ano passado, a Dell abriu 200 mil contas diretas para seus canais em um esforço de incluir a rede ainda mais em sua estratégia. Esse investimento, no entanto, não muda o posicionamento da empresa de contar com linhas diferentes para o varejo e o corporativo. “Já é dessa forma hoje”, lembrou o presidente da Dell Brasil.

No Brasil, em março de 2014 a Dell anunciou seu primeiro acordo com um distribuidor de soluções no Brasil: a Network1. “A parceria segue e vai bem”, sintetizou Schuh, completando que o mercado nacional é grande o suficiente para que a fabricante conte com mais de um distribuidor.

“Há espaço para todos. No ano passado, por exemplo, ampliamos a quantidade de pontos de vendas no Brasil em cinco vezes, somando mais de 2 mil lugares e não houve ‘canabalização’. Tudo o que é feito é com cautela, sempre com o objetivo de criar oportunidades”, finalizou o presidente da Dell Brasil.

Fonte: Site ITFORUM365
No