Você sabe qual a diferença entre processadores para Desktop e processadores para Servidores?

Muitas vezes este tema confunde até os profissionais que trabalham dia a dia com tecnologia, devido aos recursos e inovações diárias aplicadas nesta vertente tecnológica, o que acaba criando uma ideia de que os processadores para desktop de hoje possuem uma tecnologia mais avançada que os processadores de servidores.

Primeiramente temos que levar em consideração que mesmos processadores top de linha desktop (vide Intel e AMD), são focados para uso de apenas um usuário. Mesmos estes sendo multitarefas, possuindo simulações de núcleos, suporte à virtualização e outras tecnologias embarcadas, seu foco é o usuário final e não a prestação de serviço para multiusuários, hospedagem de recursos e aplicativos para infraestrutura como é um processador focado para servidor.
 
Tomando como comparação o número de núcleos, a 4ª linha Intel para processadores High End de desktop, o I7-5960X (top da linha) possui 8 núcleos contra 15 núcleos do Intel Xeon E7-8890 v2 (High End de servidores).

Se tomarmos o limite de memória, o I7-5960x endereça apenas até 64GB, contra 1536GB do Xeon E7-8890v2. Em largura de banda da memória, vemos 68GB/s do I7 contra 85GB/s do Xeon E7-8890v2.

Se levarmos as diferenciações para a placa mãe, vemos que nos desktops, a banda de conexão partida do processador, privilegia a conexão para os Slots de vídeos e nos servidores o foco é nas interfaces de comunicação com disco e rede.

Entre outros benefícios, os processadores exclusivos para servidores possuem:

  • ECC – Error Correction Check (instruções para correção de erros na memória no processador, através de bits adicionais nos módulos de memória compatíveis)
  • Número maior de núcleos físicos (mesmo considerando threads)
  • Maior memória cache
  • Possibilidade e compatibilidade de trabalhar em conjunto com mais processadores físicos (multiprocessamento) – até 4 processadores chegando até 60 núcleos em apenas um servidor (por exemplo no servidor R920 da Dell)
  • Maior endereçamento de memória
  • Maior largura de banda de memória
  • Uso de energia otimizado
  • Maior segurança (devido a instruções no processador como Intel TXT e AES)
  • Otimização para virtualização
  • Ajuda a reduzir o custo total de propriedade (TCO)
  • Otimizado para necessidades de infraestrutura de TI

Cada equipamento tem seu foco no parque tecnológico, sendo que seus componentes e arquitetura atendem melhor a aplicação para qual foram projetados. Podemos verificar que o servidor tem sua estrutura voltada para ter maior capacidade de processamento, maior capacidade de memória, maior segurança e maior desempenho nas tarefas de processar e compartilhar dados, enquanto que o Desktop tem sua estrutura voltada para capacidade multimídia.

Adquira os processadores citados nesta matéria, como E7 88XX nos servidores Dell  R920 e o I7 High End 4ª generation nas Workstation Precision Dell

Autor: Alexandre Alves – Consultor de Soluções na Blue Solutions